was successfully added to your cart.

Carrinho

Como engajar os filhos na organização da casa?

 

Só quem é pai ou mãe sabe o quanto é difícil trabalhar, estudar, criar os filhos e, ainda por cima, deixar a casa em ordem. Pois saiba você, papai ou mamãe, que a hora de cuidar da casa é uma oportunidade de ouro para ensinar seus filhos algumas lições e, de quebra, integrar toda a família.

Entretanto, nós sabemos que fazer a criança largar o videogame para arrumar o quarto é uma tarefa pra lá de complicada. Por isso, pensando nesse assunto, apresentaremos informações valiosas para você engajar seus filhos — e toda a família — na organização da casa. Veja só:

Atente-se para a idade

Antes de mais nada, você deve prestar atenção na idade do seu filho antes de sair distribuindo as tarefas domésticas. Para cada faixa etária, cada criança tem um potencial e habilidades diferentes para lidar com as responsabilidades, por isso, não podemos exigir além da capacidade dela. Para tanto, é só seguir as informações a seguir:

2 a 3 anos

Essa é a fase que a criança ajuda “de mentirinha”, imitando muito o comportamento dos pais. Tarefas como desligar a TV, por a roupa suja no cesto, guardar os brinquedos ou passar o espanador no móvel são as ideais para elas irem adquirindo certas noções.

4 a 10 anos

Nessa fase a criança já tem um entendimento maior da casa. Dessa forma, você pode aproveitar o repertório adquirido para ensinar lições como levar a louça para a pia após as refeições, preparar uma receita, regar as plantas ou arrumar a própria cama, sempre explicando a importância dela estar fazendo isso. Para os mais grandinhos, cuidar dos animais de estimação ou dos irmãos mais novos são excelentes tarefas. Com elas, eles desenvolverão senso de responsabilidade.

11 ou mais

A partir dessa idade, a coordenação motora e o entendimento da criança são maiores. Dessa forma, você pode propor tarefas que exijam mais dela, como ajudar na lista de compras (excelente oportunidade para ensinar sobre finanças domésticas) e uma limpeza mais pesada (passar o aspirador de pó, por exemplo).

Dê o exemplo

Você se lembra daquele famoso ditado “faça o que eu digo mas não faça o que eu faço”? Então, quando o assunto é organização da casa esse contexto deve ser levado bem a sério. Afinal, não adianta você pedir para o seu filho arrumar o quarto se você mesmo não arruma ou seu ou pedir sua filha para guardar seus brinquedos se seus pertences estão espalhados por toda a casa.  Por isso, dê o exemplo e não deixei que suas ações sejam usadas contra você.

Aproveite toda oportunidade para ensinar

Em qualquer tarefa da casa você pode ensinar alguma lição. Sendo assim, é fundamental aproveitar todas as oportunidades para que a criança aprenda algo novo, sempre explicando o porquê e o que todos ganharão em troca por ela estar ajudando com determinada tarefa. Por isso, não use termos como “faça porque eu estou mandando” ou “se não fizer não vai ver TV”. A criança deve se sentir motivada a ajudar independente se haverá recompensa ou punição.

Reconheça e valorize o esforço

É muito importante que você reconheça o esforço da criança ao realizar alguma atividade doméstica, valorizando seu trabalho e, quando for o caso, recompensado-a. Assim, você engajará muito mais seus filhos a ajudarem na organização da casa. Além disso, quanto mais eles participarem, mais chances você terá de ensinar algo novo e mais unida a família estará.

E você, como faz para estimular seu filhos a ajudarem em casa? Conta pra gente nos comentários. E ah, não esqueça de assinar nossa newsletter para receber nossas próximas dicas!