Como seria o mundo sem a organização de ambientes?

Seja em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar, um ambiente desorganizado gera desconforto. Uma sensação de incômodo é produzida, e parece que tudo fica difícil: documentos e objetos importantes se perdem, causando até um atraso em outras atividades; a concentração é prejudicada; e os níveis de estresse e mau humor só aumentam. Agora imagine um mundo sem a organização. De que forma isso poderia prejudicar relações pessoais, profissionais e outras situações da vida das pessoas?

Como seria um mundo sem a organização

Pense em como seria trabalhar num ambiente barulhento e desorganizado, num espaço onde não houvesse lugares específicos para colocar documentos e determinados materiais. Com certeza, a concentração seria afetada, assim como todo o tempo de trabalho e a qualidade do serviço, prejudicando também os consumidores.

Além disso, com a desordem, toda a credibilidade no trabalhador também é arruinada. Uma pesquisa da Robert Half, nos Estados Unidos, mostrou que 32% dos 300 diretores de RH entrevistados questionam a eficácia de um funcionário que mantém a mesa ou o espaço de trabalho desorganizados.

Apesar de alguns gestores tentarem não demonstrar incômodo com a falta de organização dos colaboradores, em um mercado cada vez mais competitivo, é de extrema importância considerar cada detalhe que pode se tornar um ponto negativo. O tipo de funcionário que deixa restos de comida, ou um monte de documentos espalhados ou mesmo certos objetos que não têm nada a ver com o serviço em cima da mesa, pode facilmente se comprometer e prejudicar inclusive o trabalho da equipe.

Da mesma forma, viver numa casa sem organização também provoca péssimos resultados e desconforto, além de interferir em outros aspectos da vida, como o trabalho e os estudos. Algumas situações muito comuns podem servir de exemplo: uma pessoa prestes a sair para uma entrevista de emprego, que não faz a mínima ideia de onde estejam suas chaves e perde um tempo enorme procurando, e depois, infelizmente, se atrasa para o compromisso. Ou alguém que precisa estudar, mas o quarto e, principalmente, a escrivaninha estão tão bagunçados que não há nem espaço para apoiar um livro ou um caderno; sem contar que, nesse caso, os níveis de distração são muito maiores.

O lar é o lugar de descanso, lazer e momentos com familiares e amigos. Mas não dá para aproveitar nada disso com um monte de coisas amontoadas e empoeiradas pela casa. Não dá nem para receber pessoas próximas diante de tanta desorganização. Ninguém gostaria de ser convidado para a casa de alguém e encontrar tudo bagunçado. O espaço desordenado, além de parecer menor, causa uma má impressão terrível e desqualifica o anfitrião.

A organização dos ambientes proporciona bem-estar

Sem dúvidas, um mundo sem a organização seria muito mais caótico e prejudicaria a qualidade de vida. Por isso adotar hábitos de pessoas organizadas é importantíssimo e só precisa de um pouco de disciplina. Organizar as tarefas por meio de listas de prioridades, guardar corretamente objetos e documentos, jogar roupas sujas num cesto, limpar a sujeira e se desfazer de coisas desnecessárias já é um ótimo começo. Aos poucos isso se tornará natural.

Pessoas que mantêm ambientes organizados garantem muito mais bem-estar, tranquilidade, praticidade, uma boa imagem e, o principal, o respeito e a confiança de quem as observa.

Deseja aprender mais sobre organização de ambientes, gerenciamento de tempo e hábitos saudáveis? Siga a Yru Organizer nas redes sociais, lá você encontrará tudo sobre organização pessoal e profissional.