was successfully added to your cart.

Carrinho

Saiba como lidar com a maresia e evitar danos à sua casa

Morar no litoral é o sonho de muitas pessoas. É um privilégio ter o mar como paisagem constante e não só como proteção de tela do computador. Porém, morar na praia tem o ônus da maresia, terror das donas de casa no litoral. Trabalhar e cuidar da casa já não é fácil, e tudo fica mais difícil com essa incômoda característica litorânea.

Pensando nisso, preparamos um guia prático que vai ajudar a diminuir o efeitos da maresia na sua casa, te dar mais sossego dentro do lar e tempo para aproveitar a praia com a família.

Cuidado primordial

Como a maresia é o acúmulo de sal do mar no ar, ela se deposita sobre as superfícies. Um cuidado básico é limpar a casa com um pano úmido, ou sabão neutro, com frequência. Essa medida reduz a ação oxidante da maresia em partes metálicas e evita a ferrugem.

Como cuidar dos móveis

Para reduzir a ação da maresia sobre seus móveis a dica é a mesma da anterior. Porém, com alguns incrementos. No caso de móveis de madeira, é recomendado aplicar óleos de peroba e lustra móveis, frequentemente. Já em móveis de fórmica é indicada a aplicação de limpadores multiuso. E para evitar o excesso de umidade use desumidificadores na parte interna dos móveis, assim como nos ambientes mais críticos.

Atenção a portas, portões e janelas

Peças de material metálico especialmente cromadas, com exceção de alumínio e aço inoxidável, são as que mais sofrem corrosão pela ação da maresia. Se não puder evitar este tipo de material a dica é aplicar em portas, portões e janelas três demãos de verniz ou filme de poliuretano, ou revestimentos antioxidantes. Essa camada serve como uma segunda pele protegendo o metal da umidade e da maresia.

Outra alternativa é fazer as esquadrias com material de PVC, que vem sendo amplamente utilizado, pois ele não é prejudicado pela salinidade marinha. Contudo, a exposição direta ao sol pode amarelar o material.

Dica: nas dobradiças aplique spray de óleo uma vez por semana, a fim de evitar corrosão no metal e rangidos.

Onde houver madeira…

… A solução é o revestimento com verniz. Entretanto, em locais que a exposição ao sol é frequente, é aconselhável optar pelo verniz marítimo. Mas vale lembrar que a manutenção desse tipo de tratamento deve ser feita com a frequência de um ano. Se isso for um problema, faça o tratamento com cera ou deixe ao natural.

E quanto aos tipos de madeira que você pode usar? É recomendado o uso de madeiras duras, como a teca, de origem tailandesa. O ipê e maçaranduba são duas madeiras brasileiras de ótima qualidade também.

Soluções para paredes internas e externas

No litoral, a elevada umidade e temperatura são propícias para o aparecimento de fungos e bolores nas paredes internas da casa. Para a solução desse problema é recomendado que as paredes internas sejam pintadas com tintas que contenham fungicidas.

Já as paredes externas, que ficam mais expostas à maresia, podem ser pintadas com tinta à base de borracha clorada. Mas como esse tipo de tinta é cara, revestir as paredes externas com pedras e cerâmica acaba se tornando uma alternativa viável, além de criar um visual agradável à fachada.

Evitando danos da maresia no seu carro

A maresia afeta praticamente tudo e, por isso, seu carro também não há de escapar. Verifique sempre os terminais da bateria, conectores elétricos, filtros de ar e os equipamentos de lubrificação e certifique-se de que não há água ou areia. As coifas do amortecedor podem ser danificadas pela maresia, podendo comprometer a suspensão do veículo, portanto, faça a manutenção na caixa de direção e nos amortecedores com frequência.

O período da noite é o momento mais crítico da maresia, por isso, tente deixar seu veículo em local coberto e fechado. Caso isso não seja possível, você pode usar uma lona para cobrir o carro.

Depois de todas essas dicas esperamos que a maresia nunca mais te dê dores de cabeça. Se você gostou e quer ficar por dentro das novidades do blog, assine nossa newsletter!